Todos os mortos e desaparecidos estavam na mesma lancha

0

O porta-voz do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, o tenente Pedro Aihara, relatou que todos os mortos e desaparecidos após a queda de um bloco dos cânions de Capitólio, neste sábado (8), estavam em uma única lancha. No chocante vídeo que mostrou o deslizamento do paredão de pedras, a embarcação é a que está mais próxima e na direção da queda das rochas.

Segundo Aihara, todas as pessoas que morreram ou estão desaparecidas estavam na mesma embarcação. Os ocupantes das outras três lanchas atingidas ficaram apenas feridos ou saíram ilesos.

– Tanto as sete vítimas como esses três desaparecidos estavam na mesma lancha, que foi uma das quatro lanchas impactadas pelo desprendimento da rocha. Nas outras três lanchas, todas as vítimas já foram resgatadas e conduzidas para unidades hospitalares da região. A maior parte dessas vítimas já recebeu alta, e o Corpo de Bombeiros permanece no local até que todas as vítimas possam ser resgatadas – informou o tenente.

As buscas pelos desaparecidos foram retomadas no início da manhã deste domingo (9). Das pessoas que estavam sem paradeiro, uma já foi encontrada, sendo do sexo masculino – aumentando para 8 o número de mortos no acidente. Ainda restam duas pessoas desaparecidas, que, segundo informações preliminares, seriam pai e filho.

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais encontraram mais um corpo, neste domingo (9), após o deslizamento de um bloco de rocha no Lago de Furnas, em Capitólio. Com isso, sobe para oito o número de vítimas fatais.

A prefeitura de Capitólio informou que não há mais desaparecidos e que o número de óbitos chega a 10. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui