Setor de eventos receberá investimento de R$ 406 milhões

0

O secretário da Cultura, Mário Frias, e o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, André Porci, anunciaram investimento no setor em reunião com a Abrape na manhã desta terça-feira (9/2)

Em meio à pandemia do novo coronavírus, o setor de eventos enfrentou a pior crise dos últimos anos. Na intenção de contornar a crise, a Associação Brasileira de Produtores de Eventos (Abrape) se reuniu em Brasília nesta terça-feira (9/2) para explicar a governantes sobre a situação do setor que, de forma direta e indireta, extinguiu 450 mil empregos nos últimos meses. 

O secretário da Cultura, Mário Frias, e o secretário de Fomento e Incentivo à Cultura, André Porci, anunciaram nesta terça investimento de R$ 406 milhões no setor. O intuito dos encontros com a Abrape, que vão até quarta-feira (10), é agilizar a aprovação do Projeto de Lei que cria o Programa Emergencial de Retomada do Setor de Eventos — PERSE, de autoria do deputado federal Felipe Carreras (PSB/PE), que prevê uma série de medidas para apoiar e incentivar o setor.

No ano passado, o Ministério da Economia deixou de fora o setor de eventos como um dos grupos mais afetados pela pandemia da covid-19, em uma lista publicada no dia 15 de setembro de 2020, no Diário Oficial da União. A decisão deixou artistas e trabalhadores do setor ainda mais desamparados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui