PIONEIRISMO: Secult faz 53 anos promovendo a história de nossa gente

0

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) é a pasta estadual de cultura mais antiga do Brasil. A Secult foi criada pela Lei nº 8.541, de 9 de agosto de 1966, se desmembrando da Secretaria de Educação, pelo então governador do Estado, Virgílio Távora. Tem como missão executar, superintender e coordenar as atividades de proteção do patrimônio cultural do Ceará, difusão da cultura e aprimoramento cultural do povo cearense.

Em 3 de outubro de 1966, no governo de Plácido Aderaldo Castelo, Raimundo Girão é nomeado o primeiro Secretário de Cultura do Ceará. O Decreto n° 7.628, de cinco de outubro de 1966, instituído pelo governador Plácido Castelo, previu a constituição do Conselho de Cultura, composto por sete membros, sendo um – seu presidente – o Secretário de Cultura e demais membros, com mandato de dois anos, representando setores de Ciências Naturais, Ciências Sociais, Literatura, Artes Plásticas, Artes de Movimento (Cinema, Teatro e Balé) e Música.

Em 53 anos de atividades a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) fomenta o conhecimento e nossas tradições. Em parceria com Instituto Dragão do Mar vem ofertando em 2019 projetos nas linguagens artísticas (teatro, dança, artes visuais, música, circo, literatura, performance, fotografia, cinema e cultura popular tradicional); nos formatos de trabalho (espetáculo/show, formação em artes, exposições, concertos e recitais, ensaio aberto, leitura dramática, clubes de leitura, instalação, intervenção cênica e visual, saraus, cineclubes, lançamentos de publicações, contação de histórias).

Compete também à Secult auxiliar o governador na formulação da política cultural do Estado; incentivar e estimular a pesquisa em artes e cultura; apoiar a criação, a expansão e o fortalecimento das estruturas da sociedade civil voltadas para a criação, produção e difusão cultural e artística; deliberar sobre tombamento de bens móveis e imóveis de reconhecido valor histórico, artístico e cultural para o Estado do Ceará; e cooperar na defesa e conservação do Patrimônio Cultural Histórico, Arqueológico, Paisagístico, Artístico e Documental, material e imaterial do Estado.

Ao longo de mais de 50 anos de história, a Secult tem sido pioneira em diversas ações que inspiraram outros Estados e até mesmo o Ministério da Cultura do Brasil. Entre essas ações estão o Projeto Agentes de Leitura do Ceará, a Lei dos Tesouros Vivos do Estado e a aprovação do Plano Estadual de Cultura Infância.

CRONOLOGIA

  • 9 de agosto de 1966 – Criação da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará. A primeira Secretaria de Cultura do Brasil.
  • 11 de setembro de 1966 – Complementação da Lei 8.541 com criação da dotação orçamentária pelo governador Plácido Castelo.
  • 3 de outubro de 1966 – Nomeação do primeiro secretário da Cultura do Ceará, Raimundo Girão, no governo de Plácido Castelo.
  • 5 de outubro de 1966 – Criação do Conselho de Cultura dessa secretaria, no governo Plácido Castelo.
  • 9 de novembro de 1966 – Instalação solene da Secult e posse do Conselho de Cultura.
  • 7 de janeiro de 1967 – Aprovação do Regulamento do Conselho de Cultura – secretário Raimundo Girão, no governo Plácido Castelo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui