Sargento Manoel Rodrigues, preso com cocaína no avião presidencial, pode ser mula de um oficial de alta patente.

0

Segundo o colunista Lauro Jardim, de O GLOBO, o sargento da Aeronáutica Manoel Rodrigues, ex-comissário de bordo da comitiva presidencial que foi preso com 39 quilos de cocaína, pode ser mula de um oficial de alta patente.

Ainda, segundo o colunista, o militar tem ligação com um conhecido traficante que atua nas cidades-satélites da capital do país, de acordo com investigações da polícia federal.

Relembre o caso: O segundo sargente Manoel Silva Rodrigues, foi preso com 39 quilos de cocaína em junho deste ano, quando desembarcava do avião presidencial, no aeroporto da cidade de Servilha, Espanha.

O avião em que o militar trabalhava como comissário, era usado, naquele momento, como aeronave reserva da comitiva do presidente Jair Bolsonaro em viagem ao Japão para o encontro do G-20.

Para azar do sargento, o voo, antes de chegar ao japão, fez escala em Servilha, foi quando a Guarda Civil espanhola encontrou os 39 quilos de cocaína na mala do sargento Manoel.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui