Rádio: 83% dos brasileiros navegam nas suas ondas

1
No Ceará, rádio a "Pioneira", faz 85 anos na presença da vida de nossa gente

A mania de ouvir rádio do brasileiro, mais especificamente do cearense, é tão forte quanto nosso vento “terral”. Prova disso, são os ouvintes que vem seguindo a programação Radio Clube 1200, desde quando era Ceará Rádio Clube, a “Pioneira”. Indagados o porquê dessa predileção. Resposta simples. O rádio não atrapalha em, absolutamente, nada. Muito pelo contrário. Fica bem informado e escuta a música de sua preferência.

Outro ponto levantado pelo ouvinte cearense diz respeito ao hábito. A preferência por determinada emissora. A partir daí, é criado esse poderoso público com passar dos anos. Só no Ceará, são 85 anos junto com seus seguidores. De acordo o estudo deste ano, do instituto de pesquisa Kantar Ibope Media, o rádio alcança 83% dos brasileiros. O levantamento foi realizadonas 13 regiões metropolitanas onde há aferição. O consumo, de horas por dia, é de 4 horas 33 minutos, em média.

Por via de consequência, a força do rádio chega aos mais diferentes (devices) dispositivos na vida do seu ouvinte. Que por sua vez, mais conectado impacta, também, no conteúdo desse meio. Surpreendo as avaliações, maioria (84%) ainda escuta o rádio pelo aparelho comum. Outros 20% afirmam ouvir pelo celular, 4% por meio de outros equipamentos e 3% pelo computador.

A participação dos entrevistados, por esse instituto, é facilmente compreendida quando olhamos os lugares nos quais o rádio é consumido: 70% dos ouvintes declararam escutar, quando estão em casa e 41% fora do domicilio. Seja no carro, no trabalho, em trânsito ou em outros locais e situações.

Rádio e as idades

A pesquisa revelou, também, que do universo de 83% das pessoas que escutam rádio, a média entre os mais jovens é maior do que entre os mais velhos. O destaque está entre aqueles que têm entre 20 e 49 anos. É a faixa etária que corresponde a 86% entre os que declararam escutar rádio nos últimos 30 dias.

Esse meio de comunicação apresenta mais um aspecto positivo. Que sirva de alerta aos cabeças das campanhas publicitárias da terrinha. O consumo de rádio acontece o tempo todo. O dia inteiro. Ou seja, no rádio, o (prime time) horário nobre é ao longo das 24 horas do dia. Esse é outro importante dado destacado nessa pesquisa.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui