Polícia deflagra operação para investigar suposto esquema de fraudes em licitações em Chorozinho

0

A Polícia Civil do Ceará (PC-CE) deflagrou, nesta terça-feira, 2, a operação Empresa Adormecida, para investigar a suspeita de fraudes em licitações e lavagem de dinheiro em Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza. Conforme a PCCE, os alvos são pessoas ligadas a empresas que prestavam serviço público. São cumpridos 36 mandados judiciais, entre eles de busca e apreensão, prisão, monitoração eletrônica e afastamento de função pública, além de sequestros de veículos e bloqueio financeiro em contas bancárias relacionadas aos alvos da investigação. 

A operação acontece nos município de Fortaleza, Chorozinho, Caucaia e Pacajus, em conjunto com o Ministério Público do Ceará. “A operação é desenvolvida pela Delegacia de Combate à Corrupção (Decor), vinculada ao Departamento de Recuperação de Ativos (DRA), com o apoio Departamento Técnico Operacional da Polícia Civil (DTO)”, divulgou a Polícia.

Ao todo, mais de 40 viaturas policias estão em operação no município de Chorozinho e outras regiões. Os agentes de segurança cumprem mandados de prisão e de condução de investigados para a colocação de tornozeleiras eletrônicas. 

As investigações começaram há um ano e apontam um grupo de empresários e “laranjas” que atuam em um esquema voltado a fraudar licitações em Chorozinho e cidades próximas. Também há suspeita de envolvimento de servidores públicos vinculados a essas empresas.

A investigação aponta crimes de lavagem de dinheiro por meio destas e de outras empresas, de funcionários e de terceiras pessoas. O Laboratório de Lavagem de Dinheiro da Polícia Civil deu apoio nos levantamentos.

Com o cumprimento dos mandados, a Polícia Civil pretende coletar provas relativas a fraudes à licitação, peculato, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa. Além disso, o órgão quer recuperar ativos financeiros relacionados à lavagem de dinheiro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui