Petrobras reduz em R$ 0,15 litro de gasolina vendida para distribuidoras

0

O preço médio de venda da gasolina da Petrobras para as distribuidoras cairá de R$ 3,86 para R$ 3,71 por litro a partir desta sexta-feira (29). O novo valor representa uma baixa de R$ 0,15.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba.

A empresa ressaltou que a queda acompanha a evolução dos preços de referência estabilizados em patamar inferior para a gasolina. O novo valor também é “coerente com a prática de preços da Petrobras, que busca o equilíbrio dos seus preços com o mercado global, mas sem o repasse para os preços internos da volatilidade conjuntural das cotações internacionais e da taxa de câmbio”, disse em nota.

BAIXA ANTERIOR

Esse foi o segundo reajuste de valor do litro de gasolina em pouco mais de uma semana. O preço atual de R$ 3,86 passou a valer no último dia 20 de julho, quando substituiu os R$ 4,06 cobrados anteriormente. Até então, a redução havia sido de R$ 0,20.

Ao anunciar a medida, a estatal apontou que a parcela paga passaria de R$ 2,96, em média, para R$ 2,81 a cada litro vendido na bomba.

No Ceará, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) calcula que o preço do combustível caiu em média R$ 1,01 entre os meses de junho e julho.

Gasolina ficará R$ 0,10 mais barata no Ceará após reajuste da Petrobras, diz Sindipostos

A implementação da redução de R$ 0,15 no valor do litro da gasolina nas distribuidoras, anunciado pela Petrobras nesta quinta-feira, 28 de julho, irá gerar uma redução de até R$ 0,10 no preço cobrado ao consumidor no Ceará. 

Projeção foi repassada com exclusividade ao O POVO, pelo assessor econômico do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sindipostos), Antônio José Costa.

Considerando a mistura obrigatória de 73% de gasolina A e 27% de etanol anidro para a composição da gasolina comercializada nos postos, a parcela da Petrobras no preço ao consumidor passará de R$ 2,81, em média, para R$ 2,70 a cada litro vendido na bomba”, detalha a Petrobras.

Há uma semana, no dia 19, a estatal havia implementado um reajuste negativo nos preços, adotando uma redução de R$ 0,20 no preço praticado nas refinarias, base de produção dos combustíveis.

Na avaliação do assessor econômico do Sindipostos, o cenário de queda deverá se prolongar.

“É um fator muito positivo para o consumidor, tivemos há pouquíssimo tempo uma redução e agora outra, ou seja, é mais um reforço para o consumidor. As baixas da Petrobras estão relacionadas a queda no barril de petróleo no mercado nacional e isso deve se manter por um tempo e como já reduzimos os impostos no Estado, o preço deverá normalizar em um patamar menor”, pontua. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui