Parque Rio Branco é subutilizado pelas escolas públicas da cidade

0
No Parque Rio Branco tem muita sombra, muito espaço para caminhar ou praticar esporte, além da paisagem da natureza.

A sua localização, o espaço de lazer para caminhar e praticar esportes, além da beleza e conforto ofertado pelo bosque. São alguns atrativos do Parques Rio Branco na Avenida Pontes Vieira, s/n – São João do Tauape. Toda estrutura para se torna um dos mais frequentados da capital cearense. Infelizmente, muito pouco aproveitado pelas escolas. Sejam públicas ou da rede privada.

Toda essa área verde, bem no coração de Fortaleza, conforme a professora aposentada Wládia Ferino, está sendo subutilizada, praticamente, desde sua fundação, em 1994. “Acredito que principalmente a rede pública de ensino, tanto do Estado como do Município de Fortaleza, poderia usufruir muito mais esse lindo espaço. Seria uma grande oportunidade de colocar as crianças e adolescentes em contato com a natureza. Sem sair da cidade”, justifica.

Apesar de não estar mais numa sala de aula, a professora diz que continua pautando sua vida com a educação. “Estamos vivendo (o País) um momento horroroso. Os cortes nos segmento de saúde e educação é muito grande. O resto é piada. A juventude está sem um rumo certo. Os mais pobres vivem em constante contato com a violência. Está perdendo o mais belo momento da vida com a morte. Quase não tem tempo para aprender a amar e fazer preservação do meio ambiente”.

Conforme Wládia Ferino, nesse instante, a área de lazer do Parque Rio Branco poderia ser mais acionada. “Por que os os responsáveis pela educação, professores do ensino público não promove mais passeios. Levar as crianças a aprender a plantar. Ficar direto com a terra. Nesse local, tem espaço e sombra o suficiente. Digo isso, porque as escolas da rede particular de ensino opta em levar os alunos para o Parque Coco”, ressalta.

A total agressão a natureza, em vários pontos do Brasil, vista no mundo todo, para a professora, é a comprovação da falta de educação básica. “É nossa obrigação levar o ensino para todos”, afirma, acrescentando que somente dessa forma o nosso meio ambiente estará mais seguro.

Vândalos poluem o portal do Parque Rio Branco com pichações e danos nessa área verde da capital cearense

Os usuários dessa área de lazer solicitam à Secretaria Regional II, responsável pela administração e a Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor) a pintura do portal da entrada (do lado da Pontes Vieira) do parque. Há muito tempo a pichação faz parte dessa paisagem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui