Oposição consegue fazer com que bancada do Ceará libera parlamentares para decidir sobre emendas

0

Após o Senador Cid Gomes tentar mudar o jogo que já estava encaminhado em relação as emendas de bancada pressionando para que a bancada Cearense enviasse as emendas para o governo do estado, foi um momento que oposição conseguiu mostrar força, e a base do governo estadual e aliado dos Ferreira gomes não conseguiu 2/3 dos deputados para deliberar o assunto.

Vale ressaltar o posicionamento de 2 deputados do PT, Luizianne Lins e José Airton Cirilo que não assinaram o acordo, ajudando a fazer com que os deputados tivessem a liberdade de indicar para onde iam as suas emendas. O Ceará foi o último estado a enviar as indicações no Congresso Nacional.

Com o limite para o envio da indicação das emendas encerrando às 18 horas desta quinta-feira (18), a bancada cearense acabou acordando em liberar os parlamentares para decidirem a destinação da sua parcela dos recursos – em uma derrota do grupo político aliado ao governo estadual.

Um dos que foi contra, Danilo Forte (PSDB) ressaltou que as únicas exigências para a emenda de bancada é que sejam aplicadas no estado de origem dos parlamentares.

“Queremos que o parlamentar tenha a liberdade de fazer a indicação e não viver sob a tutela de um grupo político que quer mandar no destino de todo o Estado do Ceará”, ressaltou.

Ele afirmou ainda que houve um “constrangimento, inclusive de deputados da base” com a insistência quanto à destinação dos recursos para o Governo do Estado. “Demonstra uma falta de compreensão do todo”, ressaltou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui