OMS faz reunião de emergência para discutir nova variante

0

A Organização Mundial da Saúde (OMS) convocou reunião emergencial com especialistas nesta sexta-feira (26) para discutir as reais ameaças da nova variante detectada na África do Sul, a B.1.1.529. A nova cepa possui um “número extremamente alto” de mutações e já é motivo de preocupação para autoridades globais.

Na reunião, será debatido se a nova linhagem será considerada “variante de preocupação”, classificação dada a cepas mais transmissíveis, que geram casos mais graves da Covid-19 ou que possuem maior resistência a vacinas.

Caso a ameaça seja confirmada, a variante deverá receber o nome Nu, que corresponde a 13ª letra do alfabeto grego.

A entidade de saúde indicou que determinará o risco da nova cepa ainda nesta sexta-feira, embora aponte que devem levar semanas para identificar seu verdadeiro impacto.

– As análises preliminares demonstram que a variante tem um grande número de mutações, que demandarão novos estudos, e nos tomará algumas semanas para entender seu impacto – afirmou o porta-voz da OMS Christian Lindmeier, em entrevista coletiva antes do início da reunião.

Até o momento, a nova cepa é responsável por 100 casos confirmados na África do Sul. Além do país africano, a Bélgica, Israel e Hong Kong já identificaram casos em viajantes.

De acordo com os cientistas, a nova variante possui 50 mutações a mais que o vírus detectado em Wuhan, no início da pandemia, sendo 30 delas na proteína spike, responsável pela transmissão do vírus para as células humanas.

– A preocupação é que, quando você tem tantas mutações, isso pode ter um impacto sobre como o vírus se comporta – ponderou a líder técnica da OMS para a Covid-19, Maria van Kerkhove.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui