O poste dos bem-te-vis

0

Durante todo o ano, lá estão eles, sobrevoando ruas e avenidas, enchendo nossas praças com a explosão de seu canto forte e vibrante. Moro numa rua próxima ao bairro da Parquelândia e, na calçada de minha casa, está fincado um poste de iluminação, repleto da fiação elétrica, mas, também, das de fibra ótica, operadoras de TV a cabo etc. 

Naquele local, a natureza me concede o privilégio de, logo ao alvorecer do dia, assistir ao belo show proporcionado pelos lindos pássaros de penas marrons, amarelas e a faixa horizontal na cabeça, numa bela combinação de cores! São os bem-te-vis, que parecem inflar ao máximo seus pulmõezinhos, animando a paisagem com seu canto alegre, mavioso. Posso estar equivocado, mas “aquele” poste parece ser o preferido dos passarinhos, pois um se segue ao outro na repetição das belas notas que simulam mesmo a expressão que dá-lhes o nome de “bem-te-vi”! Valentes, são as únicas avezinhas que espantam o nosso nordestino carcará, espetáculo natural que, antes comumente visto apenas no interior, pode ser apreciado agora também nas metrópoles.

A migração dessas aves de rapina para Fortaleza e outras grandes cidades, cuja razão desconheço, trouxe-nos a oportunidade de ver o voo corajoso dos bem-te-vis em seu encalço.

Parece ser o início do novo dia, com a intensidade dos raios solares a cada manhã, o elemento que provoca, em todos os pássaros, a felicidade do canto. Nos bem-te-vis, porém, essa intensidade afigura-se mais enérgica, veemente. Dá-lhes uma expansão de júbilo, de regozijo tão diferenciado que o pequeno pássaro realmente se contenta e oferta, a quem o escuta com atenção, um verdadeiro show sonoro. Da cozinha, permito-me assistir, embevecido, à expansão de seu lindo canto. Ainda que não tenhamos claramente definida a primavera por aqui, os bem-te-vis têm tal percepção, coroando de alegria todas as manhãs. Uma linda festa da natureza!

Gilson Barbosa

Jornalista


Artigo de Opinião


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui