Municípios do Ceará perderam mais de 14 mil doses da Pfizer por falhas no armazenamento; MPCE cobra medidas

0
CHEGADA VACINA PFIZER; SESA; COVID19; FOTOS © HELENE SANTOS / GOV DO CEARA

O Ministério Público do Estado (MPCE) investiga possível desperdício de 14,6 mil doses da Pfizer/BioNTech em 16 municípios cearenses (ver lista abaixo) por falhas no armazenamento desta vacina. Para o levantamento, o órgão considerou os dados da Secretaria de Saúde do Ceará (Sesa) até 8 de novembro último.

Os imunizantes desta marca devem ser armazenados em freezers ultrafrios. A logística para mantê-los em temperaturas baixas, todavia, pode ter sido uma dificuldade para algumas cidades do Estado.

Ofício mostra que, em resposta ao MPCE, a Sesa informou que as perdas ocorreram devido à permanência das vacinas em temperaturas positivas por um período superior ao recomendado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e pela farmacêutica produtora da Pfizer.

O limite é de até 31 dias a partir da data em que o imunobiológico passa da temperatura negativa para a positiva, segundo o documento. Assim, podem permanecer com temperaturas entre 2°C e 8°C só durante esse tempo.

No documento, o Estado garantiu que orienta os municípios a realizarem “rigoroso monitoramento do estoque para que sejam priorizadas aquelas recebidas primeiramente”.

Quando as vacinas são entregues, as obrigações de conservação passam a ser das secretarias municipais.

Os promotores de Saúde de cada cidade ficarão responsáveis pela investigação. Caberá a eles a definição do prazo para que as informações sejam enviadas ao órgão, além das medidas recomendadas

MUNICÍPIOS QUE PERDERAM VACINAS:
Crato – 5.322 doses
Pacajus – 2.340 doses
Aquiraz – 2.280 doses
Barreira – 1.248 doses
Pindoretama – 1.104 doses
Icó – 618 doses
Orós – 420 doses
Hidrolândia – 354 doses
Jijoca de Jericoacoara – 252 doses
Porteiras – 192 doses
Ipaumirim – 150 doses
Potengi – 102 doses
Monsenhor Tabosa – 84 doses
Varjota – 77 doses
Farias Brito – 54 doses
Potiretama – 30 doses
Total: 14.627 doses desperdiçadas.

Além dessas 14 mil doses da Pfizer o Ministério Público estima que o número de vacinas perdidas e bem maior, contando o casos de vacinas que sumiram em outras situações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui