MP pode pedir suspensão de jogos no Castelão em 24h caso não se comprove funcionamento de gerador

0

Após as lamentáveis cenas de brigas e confusões durante o ‘apagão’ na Arena Castelão na noite deste domingo (10), ao final do jogo Fortaleza x Palmeiras, o Ministério Público do Estado do Ceará resolveu intervir para que os fatos não ocorram novamente.

O órgão, através do Núcleo do Desporto e Defesa do Torcedor – Nudtor, coordenado pelo promotor de Justiça Antônio Edvando Elias de França, oficiou nesta segunda-feira (11) a Federação Cearense de Futebol (FCF), a Secretaria de Esporte e Juventude (Sejuv) e Arena Castelão para que comprovem, em 24 horas, o pleno funcionamento do gerador de energia do estádio.

O equipamento garante que o torcedor tenha iluminação mínima possível para se retirar do local, o que não aconteceu ontem e contribuiu para que o ‘caos’ se instalasse na praça esportiva.

“Na manhã de hoje já enviei os ofícios à Arena Castelão, ao secretário de esporte, à Federação Cearense de Futebol, pedindo essas informações técnicas, mas, ao mesmo, tempo já alertando que caso não apresentem em 24 horas a solução para isso não poderá ter jogo na Arena Castelão”, explicou o promotor Edvando França.

LAUDOS DE GERADOR ESTÃO EM DIA

Segundo o promotor, todos os laudos da Arena Castelão estão em dia, inclusive o do gerador, que vence em dezembro. No entanto, é necessário ser explicado o não funcionamento do equipamento.

“Com relação a esse lamentável episódio ocorrido ontem na Arena Castelão no que diz respeito à falta de energia. É preciso dizer que todos os laudos da Arena Castelão estão rigorosamente em dia. O laudo que diz respeito ao gerador vence somente em dezembro. Então estava tudo dentro dos conformes. Só nos resta, agora, investigar, procurar saber, tecnicamente, o que houve que o gerador não foi acionado”.

NÃO COMPROVAÇÃO PODE AFETAR CLÁSSICO-REI

Edvando França também explicou como uma possível não solução breve pode impedir a realização de novas partidas, entre eles a próxima, o Clássico-Rei válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

“É uma situação muito difícil o que aconteceu ontem, causa pânico na sociedade, causa medo, é garantia do torcedor, quando falta energia, minimamente, ter a iluminação de emergência necessária para a dispersão do torcedor. Tomamos essas providências e desde já estamos informando que não vai ter jogo na Arena Castelão enquanto não for regularizada a situação”.

“EM PLENO FUNCIONAMENTO”

O titular da Sejuv, Rogério Pinheiro, em entrevista ao Jogada 1º Tempo, disse que o sistema de energia da Arena Castelão voltou a funcionar 1h40 após a queda de energia.

“Tivemos outro fato semelhante na final da Copa do Nordeste, mas não foi tão grave e conseguimos voltar rapidamente, mas esse jogo foi uma carga tão elevada, que demoramos para retomar. Hoje está em pleno funcionamento, ainda ontem de noite, 1h40 após a interrupção”.

“O que estamos fazendo é uma contratação de um sistema de backup, outros geradores para caso isso acontecesse, esse gerador funcione como backup. nós trabalhamos em paralelo e fizemos já com o nosso gerador e o gerador suporte, tanto que o público suporta e nem percebe essa queda. Ontem foi inverso, uma sobrecarga que isolou todo o sistema elétrico”.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui