Melbourne Institute sugere: a partir dos 40, só devemos trabalhar 3 dias por semana

0
Estudo revela. Excesso de trabalho provoca stress e faz rendimento do profissional despencar

A tendência da maior parte dos países é aumentar a idade da reforma, à medida que aumenta a esperança média de vida. A reforma tardia significa mais anos de trabalho, o que pode ter algum impacto na saúde física e mental. É o que quer comprovar o estudo do Melbourne Institute Worker Paper, citado pela revista norte-americana Time. Os investigadores sugerem que se tem 40 anos de idade e quer atingir o pico máximo da sua produtividade, deve trabalhar apenas três dias por semana, ou até menos.

Os investigadores chegaram a esta conclusão depois de acompanharem mais de 6 mil homens e mulheres voluntários. Durante o estudo, os participantes tiveram que realizar testes cognitivos, de memória e de raciocínio e foram analisados os seus hábitos de trabalho.

Segundo os investigadores, algumas conclusões foram impressionantes. Os participantes tiveram que completar algumas tarefas sob pressão, mas os resultados demonstraram que a partir das 25 horas de trabalho semanais, o desempenho cognitivo começava a reduzir.

“O nível de estímulo intelectual pode depender das horas de trabalho. O trabalho pode ser um ‘pau de dois bicos’, pois pode estimular a atividade cerebral, mas ao mesmo tempo, muitas horas de trabalho podem causar fadiga e stress, o que potencialmente pode danificar as funções cognitivas”, lembra Colin McKenzie, co-autor do estudo.

Surpreendentemente, os reformados ou desempregados registaram um melhor desempenho cognitivo do que os participantes que trabalhavam apenas 5 horas por dia, durante sete dias por semana.

McKenzie lembra ainda que “as diferenças na quantidade de horas de trabalho têm importância quando nos referimos à manutenção do funcionamento cognitivo em pessoas de meia-idade, ou idosas”. E acrescenta que “trabalhar em part-time pode ser eficaz para manter a capacidade cognitiva”.

Fonte: Dinheiro Vivo/ Foto: (Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui