Líder religioso é preso suspeito de cometer sete crimes de estupro em Iracema

0

Dois homens foram presos nesta sexta-feira, 30, suspeitos de praticarem, pelo menos, sete crimes de estupro e estupro de vulnerável. A ação ocorreu no município de Iracema, distante 291 km de Fortaleza. De acordo com informações da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE), um dos suspeitos é tido como líder de um templo religioso. Os homens também são acusados pelos crimes de extorsão, ameaça e lesão corporal.

De acordo com a titular da DDM do Crato, Kamila Brito, as denúncias começaram há uma semana. Pelo menos cinco mulheres teriam sido vítimas. “Há uma semana compareceram mulheres que se diziam vítimas desse líder espiritual e a gente começou a ouvir, a equipe se juntou, ouviram muita gente. Quando vi, fiquei perplexa com a barbaridade das declarações e representamos pela prisão preventiva dele. E hoje pela manhã deu cumprimento ao mandado de prisão”, relata.

Conforme a delegada, são muitos os crimes cometidos pelo suspeito, entre eles abusos sexuais, atos libidinosos e lesões corporais. Segundo a Polícia, ele usava “banhos espirituais” para se aproveitar das vítimas, além de queimá-las usando justificativas místicas. As mulheres relatam ameaças e pressão psicológica. ” Se caso não permanecessem no centro espírita falava que os ‘espíritos obsessores’ iriam matá-la”, comentou a delegada.

Em um dos depoimentos, uma das vitimas relata que o falso líder religioso, afirmando estar incorporado por uma entidade, encostou uma arma de fogo na cabeça dela e falou: “Se você não for fiel a mim os espíritos obsessores vão lhe matar”, disse.

Durante a operação uma arma de fogo foi apreendida e o homem também foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui