Impunidade: Justiça manda soltar principal suspeito da morte do Policial Civil em Caucaia

0

2 casos de impunidades assassinato do Policial Civil Edson Silva Macedo na Caucaia no último sábado, dessa vez o principal suspeito do crime que foi preso no último domingo, foi solto em menos de 24 horas pela justiça Cearense. Lembrando que o outro suspeito de 17 anos já teve pedido de prisão por parte da polícia civil, nos meses de setembro e novembro do ano passado, mas o representante do Ministério Público do Ceará (MPCE) na Vara da Infância e Juventude de Caucaia deu parecer contrário aos pedidos, que foram acatados pelo Poder Judiciário estadual.

Michael da Costa Queiroz, o ‘Maikin’ e o principal suspeito levantado pela investigação da Polícia Civil Cearense, mesmo com pedido do MP para que ele fosse provisoriamente, para que fossem investigados outros indícios da participação, o juiz  Carlos Eduardo de Oliveira Holanda Junior na Audiência de Custodia decidiu soltar justificando “ausência absoluta de indícios de sua participação no delito”.

Para piorar durante a audiência de Custódia o suspeito disse que foi agredido pelos policiais, e prontamente o magistrado determinou novo exame de Corpo de Delito e pediu que fosse aberto investigação contra os policiais.

A Polícia Civil divulgou que ‘Maikin’ foi encontrado na mesma região onde o crime aconteceu e não reagiu à prisão. Segundo a PC, o jovem estava dentro do imóvel onde a vítima foi alvejada a tiros.

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que a vítima trocou tiros com os suspeitos após saber que o grupo estava em um imóvel desabitado, que se encontrava para alugar, e que pertencia ao policial civil. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui