Gerente de fábrica em Canindé é preso suspeito de crimes sexuais contra nove funcionárias

0

O gerente de uma fábrica localizada em Canindé foi preso, nesta quarta-feira (23), por suspeitas de crimes sexuais contra nove mulheres que trabalhavam com ele. A captura se deu por força de um mandado de prisão preventiva. Ele foi detido em uma residência na cidade.

De acordo com as investigações policiais, o suspeito se aproveitava do cargo de gerente para importunar as mulheres visando manter relações sexuais.

De acordo com informações da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), as investigações apontam que as mulheres que recusavam aos assédios do homem eram contratadas ou demitidas, além de sofrerem constrangimentos e humilhações durante o expediente na fábrica.

O homem de 50 anos chegou a procurar as vítimas com a intenção de oferecer dinheiro para que elas não seguissem com as denúncias dos crimes

Conforme levantamentos policiais, os crimes foram cometidos entre os anos de 2010 e 2018. O homem, que estava foragido desde 2019, foi preso e conduzido à Delegacia Regional de Canindé, onde foram realizados os procedimentos cabíveis. Em seguida, ele foi encaminhado ao sistema penitenciário do Estado, onde se encontra à disposição da Justiça.

Investigações buscam mais vítimas

A Polícia Civil mantém as investigações no sentido de identificar outras vítimas do suspeito. A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser encaminhadas para o telefone (88) 3671-9328, da Delegacia Regional de Canindé. O sigilo e o anonimato são garantidos.

Fonte: Diário do Nordeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui