Fortaleza teve a maior perda salarial do País na área da cultura

0

Com redução do salário médio mensal em 20,3% na cultura entre 2009 e 2019, Fortaleza registra a maior perda no setor em todo o País. Segundo dados do Sistema de Informações e Indicadores Culturais (SIIC), do IBGE, houve um crescimento das unidades locais (0,2%) e do pessoal ocupado (1,0%) no Brasil, mas a média salarial diminuiu 18,9% durante esse período no Ceará.

No ano passado, o setor cultural cearense representou um total de 217 mil pessoas ocupadas (6,7% do total), uma queda de 12,8% em relação a 2019, quando o setor ocupava 249 mil de pessoas. Em contrapartida, o município do Crato, no Cariri, é o segundo maior destaque para atratividade específica no País.

A despesa média mensal das famílias com cultura, no Ceará, foi de R$ 159,95. O Rio Grande do Norte, estado que lidera o ranking, registrou um gasto por família de R$ 247,94. Ainda de acordo com a pesquisa do IBGE, a ocupação no setor cultural cearense na década analisada foi o equivalente a 47,6% formal e 52,4% informal.

Em sua quinta edição, o SIIC inclui estatísticas de cultura relacionadas aos indicadores de entretenimento, lazer, socialização economia.

Fonte: O Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui