FMI aumenta projeção para o PIB do Brasil em 2022

0

O Fundo Monetário Internacional (FMI) aumentou para 1,7% a projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022, de acordo com relatório divulgado nesta terça-feira, 26.

Principal indicador para medir a performance econômica, o PIB é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país.

No último relatório sobre a performance econômica global, divulgado em março, o FMI havia compartilhado a previsão de alta de 0,8% para o Brasil. Três meses antes, a estimativa foi ainda menor, com elevação de 0,3%.

A revisão divulgada nesta terça-feira mostra o Brasil no caminho contrário dos dados globais. O FMI reduziu a previsão de crescimento para a economia mundial em relação ao relatório de março, de 3,8% para 3,2%, citando a guerra na Ucrânia, o aumento de preços de energia e a crise na cadeia de suprimentos como principais fatores que incidem no cenário atual.

De acordo com o Fundo, a economia brasileira deve crescer mais do que a da Alemanha (1,2%) e a da Rússia (-6%), impactadas pela guerra atualmente em andamento na Ucrânia. O país também empata com o prognóstico do Japão, de 1,7% de crescimento. No entanto, o Brasil fica atrás das projeções para o bloco de América Latina e Caribe, que deve crescer 3% neste ano.

Para 2023, a estimativa do FMI para o Brasil seguiu a tendência global e também recuou. Em março, o Fundo previa alta de 1,4%, mas agora publicou projeção de 1,1%. Globalmente, a expectativa é de 2,9% de crescimento, com queda de 0,7 ponto porcentual em relação ao último relatório.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui