Em Quixadá, Bolsonaro exalta ministros nordestinos, nega corrupção e faz críticas a Lula e a Camilo

0

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a fazer uma série de acenos aos eleitores do Nordeste durante a passagem por Quixadá, no Ceará. Na cerimônia de lançamento do programa “Força Tarefa das Águas”, ele exaltou o papel dos ministros nordestinos em seu governo, em aceno aos eleitores da região. O chefe do Executivo federal também atacou o ex-presidente Lula (PT) e criticou governadores brasileiros, entre eles o cearense Camilo Santana (PT). Bolsonaro também negou que haja corrupção em seu Governo.

O presidente visita a cidade para inaugurar a central de abastecimento no município, construída com recursos da Fundação Nacional de Saúde (Funasa). A unidade deve servir de projeto-piloto para o programa, que será ampliado para os outros estados nordestinos e para Minas Gerais.

Na cerimônia, o presidente entrega 74 Sistemas Simplificados de Abastecimento de Água (SSAA), que contemplam 15 municípios, 90 comunidades e 23.808 cearenses. Também são inaugurados 973 poços, que beneficiarão 58.380 moradores da região.

Ordens de serviço para a construção de 182 SSAA, alcançando 61 municípios, 189 comunidades e 35.516 pessoas; e para construção de mais 427 poços, que vão atender mais 25.620 pessoas, também são assinadas no evento. As obras serão concluídas em aproximadamente 5 meses.

ALIADOS

O presidente chegou a Quixadá cercade de aliados. Ele desfilou em carro aberto pela cidade ao lado do deputado federal Capitão Wagner (PL), pré-candidato ao Governo do Ceará.

Outros parlamentares também participaram do evento, entre eles os deputados federais Domingos Neto (PSD), Dr. Jaziel (PL) e Nelho Bezerra (Pros); deputados estaduais André Fernandes (PL), Delegado Cavalcante (PL) e Dra. Silvana (PL); vereadores de Fortaleza Sargento Reginauro (Pros), Inspetor Alberto (Pros), Carmelo Neto (Republicanos) e Priscila Costa (PSC).

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui