Cesta básica em Fortaleza ainda é a mais cara do Nordeste

0
Tomate e carne mais baratos na última pesquisa, segundo do Dieese

Apesar do recuo, a capital cearense mantém os principais itens básicos da alimentação mais caros do Nordeste e o nono do País. O preço da cesta básica de Fortaleza teve uma redução de 6,96% em agosto passado, chegando a R$ 402,84. Os dados, divulgados nesta quinta (05) são da pesquisa do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

O superintendente Regional do Dieese, Reginaldo Aguiar, fala sobre essa questão. “Apesar de estar com dois meses seguidos de queda no valor da cesta básica, Fortaleza ainda segura entre a cesta básica mais cara da região Nordeste. E, o valor da cesta básica ainda é significativamente mais caro do que outras capitais que tem um porte parecido como Salvador e Recife”, sentencia.

O tomate apresentou a maior deflação no mês, com recuo de 31,78%. Entre os itens que também registraram queda estão:  carne (2,86%),  açúcar (1,76%), café (1,69%), feijão (1,18%) e o arroz (0,86%). Já os itens, farinha (3,05%), manteiga (1,67%), banana (1,45%), óleo (1,07%) e leite (0,25) apontaram uma variação positiva no mês. Mês passado, esse resultado foi motivado pela diminuição desses sete dos 12 itens.

O gasto médio de uma família padrão (dois adultos e duas crianças), conforme o Dieese, foi em torno R$ 4.044,58. Para grande maioria, que recebe um salário mínimo (R$ 998), é obrigado a destinar cerca de 43,87% de sua remuneração para adquirir esses produtos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui