Ceará empata mais uma vez e Fortaleza perde em Casa

0
Fotos: Kid Júnior / SVM e Felipe Oliveira

Mais uma quarta bem ruim para o Futebol Cearense, Ceará acumula mais um empate, sendo a equipe que mais empata no Brasileirão, já são 15 empates e segue sem vencer fora de casa, já o Fortaleza perdeu novamente para o Atletico-Mg de 2×1, mas a torcida apoiou a todo momento e aplaudiu a atuação do time.

O Fortaleza jogou com garra, mas a qualidade do time Mineiro fez a diferença, mesmo diante do seu torcedor, não conseguiu a vitória, primeiro tempo foi movimentado, mas carente de boas oportunidades. Logo aos 11, Wellington Paulista chutou cruzado, mas Edinho não chegou para completar. O Galo, por outro lado, não assustou Marcelo Boeck no começo. Faltas mais duras ocorreram, e Réver, Ronald e Wellington Paulista foram advertidos com cartão amarelo. Só aos 42 Arana cobrou falta muito bem e forçou Boeck a fazer defesaça.  David arriscou de fora da área, no final, e mandou perto do gol de Everson. No segundo tempo o time do Atletico voltou melhor, Vargas teve a chance e mandou um chutaço para grande defesa de Boeck. Aos 13, Diego Costa avançou em velocidade, passou por Marcelo Boeck e fez o primeiro. É o 4º gol do atacante em nove jogos pelo Galo. Aos 28, Ronald arriscou um chutaço, e Everson fez a defesa. Com pênalti de Titi, Hulk cobrou bem e ampliou. O Fortaleza chegou a conseguir um gol no fim, mas estava assinalado impedimento. Depois, Romarinho fez um gol que realmente valeu.

O Fortaleza encerrou uma participação histórica na Copa do Brasil 2021, além da fantástica participação, faturou uma grande bolada. Disputando a Copa do Brasil desde a 1ª fase, tendo eliminado Caxias-RS, Ypiranga-RS, Ceará, CRB-AL e São Paulo, o Tricolor do Pici faturou R$ 17,2 milhões.

Agora o foco e manter a espetacular campanha na serie A, O Fortaleza encara o América-MG no sábado (30), no Independência, às 21 horas. 

O Ceará em contraste no campeonato Brasileiro segue sem ganhar fora de casa e acumulou o 15° empate na competição, sendo a equipe líder de empates no torneio.

O Bahia foi mais ofensivo na primeira etapa e chegou ao ataque com maior frequência. Faltou, no entanto, a efetividade. Com maior posse de bola, o Tricolor conseguiu povoar o campo ofensivo, mas não se acertou no último terço, diante da marcação bem ajustada do Ceará. Quando teve chance, Gilberto mandou para fora; Juninho Capixaba também tentou e Nino Paraíba acertou a trave. O Vozão chamou o Tricolor para o seu campo e saiu mais para o ataque nos minutos finais. O zero, no entanto, não saiu do placar. Quando a segunda etapa dava sinais de repeteco da primeira, o Ceará resolveu acordar. Aos oito minutos, Mendoza tabelou com Vina, recebeu de Jael e invadiu a área para fazer 1 a 0. A resposta não demorou: três minutos depois, Gilberto fez um golaço, de fora da área. O time cearense passou a pressionar mais; Vina perdeu chance de ampliar, e Cléber parou em boa defesa de Danilo Fernandes. Instantes depois, o atacante do Ceará, que havia entrado aos 25 minutos, cometeu duas faltas seguidas e foi para o chuveiro mais cedo. O Bahia ainda fez aquela pressão nos últimos minutos, mas não teve sucesso na empreitada.

Com o resultado, o Alvinegro chega aos 33 pontos e permanece na 14º colocação, com quatro pontos de diferença para o Juventude-RS (17º), primeira equipe a compor a zona de rebaixamento. O Tricolor Baiano aparece logo atrás, em 15º lugar, com 32 pontos. A equipe comandada por Tiago Nunes volta a campo no domingo, 31, diante do Fluminense-RJ, às 16 horas, na Arena Castelão, pela 29ª rodada.

Lembrando que os dois jogos serão transmitidos pela equipe esportiva da Rádio Clube AM 1200.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui