Ceará deixa de exigir uso de máscaras em locais fechados

0

A partir desta sexta-feira, 15, o uso de máscaras em locais fechados não será mais obrigatório no Ceará, com exceção dos equipamentos de saúde e do transporte público. O anúncio foi feito pela governadora Izolda Cela nesta quinta-feira, 14.

A decisão se baseia na regressão dos índices de Covid-19 observado no Estado após o surto da variante Ômicron no início deste ano, assim como no avanço da vacinação nos municípios, como explicou o secretário da Saúde, Marcos Gadelha. De acordo com o titular da Sesa, os casos confirmados em Fortaleza estão muito baixos, “chegando a quase zero”. Atualmente, conforme ele, a cada 100 exames, apenas um dá positivo. O cenário se repete no Ceará, a cada 100 pessoas, apenas 2 ou 3 apresentam exame positivo.

Izolda destacou a cobertura vacinal do Estado, com mais de 19 milhões de doses aplicadas, com 86% de cobertura com as duas primeiras doses e cerca de 60% em relação à terceira dose. Além disso, a taxa de ocupação de leitos exclusivos para tratar a doença está em 20%.

O prefeito de Fortaleza, José Sarto (PDT), também já havia falado sobre a liberação, afirmando que a Capital estaria perto da definição técnica sobre a liberação do uso de máscaras em ambientes fechados. “Eu acho que nós estamos no momento de celebrar, celebrar o fim da pandemia, se Deus quiser, ou se não o fim tecnicamente falando.

Além do Ceará, vários Estados não exigem mais a máscara em ambientes fechados. Entre eles, Santa Catarina, São Paulo, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Maranhão e Amazonas.


DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui