Camilo Santana decreta estado de emergência em saúde pública no Ceará

0
Governador Camilo Santana prefere prevenir do que remediar

O governador Camilo Santana anunciou hoje (16/03), numa coletiva, que o Ceará entra em estado de emergência em saúde pública para combater o coronavírus. Essa e outras medidas foram objeto de um decreto estadual publicado ainda nesta segunda. O Ceará é pioneiro no Nordeste na elaboração de plano de combate ao coronavírus.

O secretário da Saúde do Ceará, Carlos Alberto Martins, é o coordenador das ações. A Secretaria de Saúde anunciou, hoje (16/03), que são 9 casos no Ceará com o coronavírus. O conselho tem representantes do poderes Executivo, Legislativo, Judiciários, órgãos de segurança e da sociedade civil.

Na oportunidade Camilo Santana ressalta que o Estado do Ceará foi o primeiro a elaborar o Plano Estadual de Contingência em relação ao combate ao coronavírus no Nordeste. O plano foi apresentado ao Ministério da Saúde há mais de 30 dias passados. Todas as medidas e ações serão tomadas e partilhadas em conjunto com representantes de entidades estaduais, federais e municipais, entre outros órgãos.

O conselho tomou as seguintes decisões: aulas e atividades, suspensas, em escolas e universidades públicas ( o mesmo é recomendado para escolas privadas) a partir de quinta-feira (19/03) por 15 dias. O governador Camilo Santana afirmou que inicialmente foram tomadas essas medidas as quais poderão ser ampliadas de acordo com evolução dessa situação emergencial.

Outras medidas como: a suspensão de visitas as unidades prisionais; de férias de servidores públicos da saúde; a obrigatoriedade de higienização, pelo menos uma vez ao dia, do transporte público; de eventos públicos que devam reunir mais de 100 pessoas e ofício envido para Anac e Anvisa solicitando a suspensão de voos internacionais para o Ceará.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui