Basta chover: mais uma vez, trecho da Avenida Heráclito Graça vira mar

0

Infelizmente, apesar de estarmos no Século XXI, na época do total desempenho do poder digital, algumas áreas da capital permanecem iguais como se fossem em séculos passados. Há décadas moradores, transeuntes e motoristas prejudicados pelos alagamentos denunciam o descaso à Administração Municipal de Fortaleza. E há décadas aguardam, pacientemente, uma solução definitiva para seus problemas.

Enquanto a solução não chega, basta começar a chover para que vários cruzamentos, ruas e áreas baixas de Fortaleza mostrarem uma nova feição. Ou seja, viram rios, alagando residências, estabelecimentos comerciais e provocando o caos no trânsito. Além do perigo imediato, a enxurrada acarreta problemas de saúde. São efeitos que serão exposto a médio prazo. O perigo maior fica por conta da contaminação pela urina de roedores, principalmente de ratos. A famosa leptospirose.

Como não poderia ser diferente, as chuvas de hoje alagaram, de novo, perto do cruzamento da Avenida Heráclito Graça com Rua João Cordeiro. Hoje, de manhã, esse local foi transformado em rio. O sufoco era grande para passar nesse local. Motoristas, motoqueiros e transeuntes apenas observavam os estragos feitos pelas chuvas. Poucos, os mais afoitos arriscavam a passar nesse trecho da avenida.

De acordo com os comerciantes dessa área da cidade as suas preocupações ficam mais tensas na época do inverno. Um deles, sem se identificar por motivos óbvios, afirmou que penam o ano inteiro com as ações dos marginais e no inverno o temor é redobrado. “Os malandros arrombam e assaltam. Quando chove, esse trecho é alagado. Ninguém passa. Há muitos anos esperamos que a Prefeitura de Fortaleza faça um serviço que preste. Uma galeria de águas pluviais, seria de bom tamanho. Olha, não sou engenheiro”, ironizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui