Avenida Pontes Vieira continua maltratada por entulhos, buracos e veículos

0

Ocupação indevida e ilegal de grande parte das calçadas da Avenida Pontes Vieira, nos últimos anos, é a maior preocupação dos moradores da capital cearense. As irregularidades praticadas, principalmente, por alguns comerciantes e donos de carro sem noção podem ser notadas de longe. Os transeuntes pedem ao poder municipal uma fiscalização mais severa, antes que todas calçadas sejam transformadas em estacionamento de carro.

A reportagem do Site da Rádio Clube 1200, “da Pioneira”, circulou por alguns trechos da avenida e constatou a posse bizarra dessa calçada. No trecho próximo ao Viaduto da Avenida Aguanambi, há vários meses, resto de material de construção e buracos na calçada fazem parte dessa triste local. A circulação nesse trecho da avenida torna-se quase impossível para quem anda a pé. Os obstáculos ficam ainda mais difíceis para idosos. E uma verdadeira muralha instransponível para cadeirantes.

Andando um pouco mais à frente, o único calçadão da Pontes Vieira, também, está sendo mal usado. Perto da entrada do Parque Rio Branco ocupado por donos de veículos sem bom senso. Os clientes de uma agência bancária, instalada nessa avenida, dizem que é comum ver carros estacionados na calçada. Uma senhora, indignada com a falta de educação desse motorista, informou que “esses folgados só deixarão de abusar quando forem multados”.

Outra parte desse calçadão, próximo ao Parque Rio Branco, é invadido por rampas de lixo e resto de material de construção. As famílias do bairro avisam que essa sujeira há vários anos faz parte, obrigatória, da paisagem. Quem ousa reclamar é desrespeitado e ameaçado. Conforme essa senhora quem manda colocar lixo nesse local paga para ambulantes. “A gente fala, pede. É mesmo que nada. São uns ignorantes que desrespeitam as leis e as famílias de bem”, sentenciou.

Conforme o artigo 889 do Código da Cidade (Lei complementar nº 270/2019), impedir o livre trânsito de pedestres nas calçadas, sem licenciamento da Prefeitura, é uma infração grave e a penalidade inclui multa entre R$ 90 e R$ 14.400,00, além da remoção do obstáculo. (28 de fev. de 2020).

Fonte: Redação do Site da Radio Clube 1200/Arilo Araujo com texto e foto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui