Anastasia é eleito para ser ministro do TCU

0

O senador Antonio Anastasia (PSD-MG) foi escolhido para ocupar uma vaga no Tribunal de Contas da União (TCU). Ele foi eleito em votação secreta no plenário do Senado, recebendo 52 votos, 19 votos de Kátia Abreu (PP-TO e 7 votos de Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). Agora falta a confirmação da Câmara dos Deputados.

A vaga foi aberta com a saída do ex-ministro Raimundo Carreiro, que será embaixador do Brasil em Portugal.

Assim como no Supremo Tribunal Federal (STF), ministros do TCU podem ocupar o cargo até completar 75 anos de idade. Portanto, Anastasia, de 60 anos, poderá permanecer até 2036.

O nome do senador era o que estava colocado há mais tempo na disputa. Questionado sobre o tema, sempre evitou comentar, mas desde 2019 existiam articulações para que ele fosse alçado ao cargo. Na disputa contra Bezerra e Kátia Abreu, contava com o apoio de duas das maiores bancadas do Senado – a do PSD, partido dele, e do Podemos.

Além disso, ele tinha como principal cabo eleitoral o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), e tinha promessas de voto como fruto da negociação para que Pacheco se elegesse ao comando da Casa.

Em sabatina na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE), o senador mineiro usou o microfone para afirmar possuir alinhamento com o cargo além das exigências técnicas. “Acredito que tenho, humildemente, um perfil de magistrado: serenidade, equilíbrio, muita paciência, tenho bom senso. Acho que o bom senso é algo que é muito importante nos dias de hoje”, destacou.

“Ao longo da minha vida profissional, durante quase 40 anos de vida pública, me dediquei à administração pública de forma muito realista a esses problemas na prática, no dia a dia. Essa dedicação ao tema me estimula e me entusiasta”, disse. Formado em Direito, Anastasia acrescentou, ainda, acreditar que apenas responsabilidade e sensibilidade aguçadas não são suficientes para o cargo se o indicado não tiver o interesse público como prioridade de atuação.

“Não basta o conhecimento e a sensibilidade se ele não for capaz de apresentar soluções concretas àquele caso que lhe é sugerido e colocado, desafiando a inteligência e a sua criatividade dentro das normas, dentro da moldura constitucional”, completou.

A posse de Anastasia no Tribunal de Contas da União acontecerá em data ainda a ser marcada pela presidente do TCU, a ministra Ana Arraes.

Suplente

No Senado, Antonio Anastasia será substituído pelo primeiro suplente, o empresário Alexandre Silveira (PSD-MG). Presidente do PSD em Minas Gerais, Silveira está lotado no gabinete de Rodrigo Pacheco, como diretor de Assuntos Técnicos e Jurídicos da Presidência do Senado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui