Alexandre de Moraes manda bloquear o Telegram no Brasil, país se junta a China e Cuba que também bloquearam o aplicativo

0

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF) mandou bloquear o Telegram nesta sexta-feira, 18. Segundo Moraes, o aplicativo de mensagens instantâneas “descumpriu decisão judicial”.

A decisão de Moraes ocorreu depois de o app não atender a determinações da Justiça para a derrubada de perfis supostamente “disseminadores de fake news”, incluindo o do jornalista Allan dos Santos, que está na mira do STF.

Com essa decisão o país se junta a um grupo seleto de países como China, Rússia, Cuba, Coreia do Norte, Irã, entre outras ditaduras mundo a fora que bloquearam o aplicativo de mensagens

Entenda o Caso

Em fevereiro, o juiz do STF ameaçara bloquear o Telegram no país, caso três perfis ligados ao jornalista não fossem excluídos. O Telegram acatou, mas teria feito com atraso, o que irritou o Ministro do supremo.

Moraes fixou ainda multa de R$ 500 mil em caso de descumprimento da decisão. O ministro do STF também definiu que, quem tentar violar as regras, poderá ser multado em até R$ 100 mil, sejam pessoas físicas ou jurídicas.

“Determino a suspensão completa e integral do funcionamento do Telegram no Brasil, defenso ser intimado, pessoal e imediatamente, o presidente da Agência Nacional de Telecomunicações, Wilson Wellisch, para que adote imediatamente todas as providências necessárias para a efetivação da medida”, informa trecho da decisão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui