Abrem-se as cortinas para “Made in Brazil”. Último delírio tropical

0
Elenco da peça "Made in Brazil" que vai estrear no dia 12 de outubro no Teatro Universitário

Em clima de descontração, o Bando de “Os Tragicômicos da Cidade” visitou, à tarde de hoje (03/10), a redação do Site da Rádio Clube 1200. O objetivo era falar sobre a peça “Made in Brazil – Último delírio tropical” que vai estrear no dia (12/10) às 19 horas e 28 minutos, no Teatro Universitário, na Avenida da Universidade 2210, Benfica. Entrada grátis.

A peça teatral, conforme o diretor Eclê Gomes e atriz Raquel Colares, parte do Bando “Os Tragicômicos da Cidade”, aborda os períodos de exceção do Brasil, principalmente a ditadura civil-militar imposta em 1964. Mesmo repudiando esse período da vida da população brasileira, Eclê Gomes afirma que teve que estudar, pesquisar muito para montar essa peça. Somente dessa maneira, acredita ele, conseguiu sentir o sabor amargo da ditadura, que ele não vivenciou na pele, para contar essa história ao público.

“Made in Brazil” não limita-se somente as denúncias dos que sofreram na ditadura de 64. Eclê Gomes diz ainda “que é um recorte, um delírio, um assombro, uma alucinação na ponta dos seus olhos…Os anos de chumbo de ontem, hoje, mascarado, posto sob a mesa neste banquete desagradável”. Outra finalidade fazer descer as máscaras que quem acha que o Brasil não passou por esse tormento.

A jovem atriz Raquel Colares, por sua vez, acha que a peça, além de relatar verdadeiramente esse triste período que o Brasil passou, aponta, certeiramente, para os dias atuais. Retratam o momento de hoje. Da preocupação das mentes abertas, vistas pelos representantes do poder como seres de outro planeta. Discriminação. Usando a voz e gesto, ela representa a “mãe”. Todas as mães que sofreram e sofrem.

Raquel Colares cita um trecho de seu personagem “Mãe”. “Eles querem nos calar. Mas, a tua voz é, também, a minha voz. E eu vou gritar. Gritar repetidamente para que todos ouçam”.

Eclê Gomes e Raquel Colares entrevistados por Silvio Augusto no estúdio da Rádio Clube

O Bando, como eles autointitulam-se, é composto pelos atores, que atuam nessa peça, Raquel Colares, Diego Tote, Lucas, Jeová e Eclê Gomes, na direção. A peça será apresentada nos dias 12, 19 e 26 de outubro. A entrada é grátis. Esse grupo teatral, mesmo com novos integrantes, está com um ano e seis meses na estrada. Levando mensagens de tristeza e, também, de muita alegria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui