A terra é a casa de todos. Vamos promover a vida!

0

Foi realizado hoje, (15/12), de 10 horas às 16 horas em frente à Paróquia de Fátima, na Avenida 13 de Maio, a 11ª Festa da Vida. O evento celebra e dar visibilidade as ações em defesa da vida. É uma iniciativa da Arquidiocese de Fortaleza, desde 2009. Agrega pessoas, grupos, associações e entidades ligadas a Igreja ou a Sociedade Civil que ao longo do ano trabalham pela promoção humana.

A programação foi composta de momentos celebrativos com cantos, animação, e alegria. Na ocasião os grupos mostraram suas atividades, por meio de banners, fotografias, escritos e artesanatos em tendas, sendo elas: Afro Descendentes e Migrantes, Família, Juventudes, Criança e Menor, Cuidando da Saúde, Arte e Vida,Terra-Água-Meio-Ambiente e Economia Solidária. Organismos, Pastorais e Movimentos da Arquidiocese de Fortaleza vieram a Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, Fortaleza, para participar da Festa da Vida.

O cantor e compositor Zé Vicente abriu o evento cantando a vida. Estiveram ainda, presentes os Bispos auxiliares Dom Rosalvo Cordeiro de Lima e Dom Júlio César de Jesus, sacerdotes, religiosas e agentes de Pastoral.

De acordo com um dos coordenadores, Admir Costa manifestação foi sucesso. “Pessoas de diferentes religiões, movimentos sociais, ONGs ligadas a uma fé e outras sem opção religiosa, indígenas, migrantes africanos fugitivos de guerras ou vindos para um curso superior que seu país oferece, fiéis católicos, protestantes e não cristãos. Todos participaram hoje (15/12) da Festa da Vida, na praça em frente à Igreja de Fátima, em Fortaleza”.

Admir disse ainda: “O grande encontro foi momento de partilhar alegria e alimento, energizar-se mais e mais no ideal expresso no tema “A Terra é a casa de todos. Vamos promover a vida!” As pessoas e entidades levaram exposições do que fazem pela vida em Fortaleza e em cidades do interior como Canindé, Ibaretama e Baturité.”

“Foram apresentados projetos que beneficiam crianças, adolescentes, adultos ou pessoas idosas. Contemplando aspectos econômicos, arte, (in)formação e cidadania, bem como o voluntariado.
O caráter de festa foi dado pela recepção a cargo do cantor Zé Vicente. Ali pelas 9h30, ele passou a dialogar com as pessoas e cantar composições de sua autoria envolvendo temas como o Natal e o sonho de Deus para um mundo de Paz e fraterna convivência entre as Pessoas e destas com a natureza de que são parte.

As entidades demonstraram a alegria de servir ao próximo e à Terra, na promoção da vida. Esse encontro festivo ocorre desde 2009, sempre no Domingo da Alegria, na preparação para o Natal, tempo do advento.
Foi um momento de Festa que se estendeu até as 16 horas, também com danças circulares como a ciranda. Festa de encontro de conhecidos, mas também de se estabelecerem novos laços de amizade. Em um mundo de tanta violência e isolamento, a Festa da Vida se caracteriza como ação rumo à “civilização do encontro”, pregada pelo Papa Francisco”, finalizou Admir.

Fonte: Jornalista Marta da Pascom e Admir Costa/Fotos da Pascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui