2 Policiais militares assassinados é um baleado em menos de 1 semana

0

Os últimos dias confirmado a situação da insegurança pública que o estado vive, foram 2 policiais militares assassinados, e outro baleado em menos de 1 semana.

O primeiro caso aconteceu na última quarta-feira, o Tenente Leonardo Lírio, o militar foi baleado na cabeça por dois criminosos, no bairro Padre Andrade. conforme a Secretaria da Segurança. Ele conversava com dois colegas e foi surpreendido por um criminoso. As testemunhas que presenciaram o crime afirmaram que o oficial não esboçou reação. Ele tentou puxar a arma já quando estava ferido, mas não conseguiu. O agente de segurança foi socorrido, mas na quinta-feira, 14, a morte foi confirmada.

O segundo caso envolveu um sargento da reserva, que foi morto junto do sobrinho, no bairro Jangurussu. Francisco Tarcísio Rocha da Silva, de 65 anos, e o sobrinho dele, de nome não informado, de 28 anos, morreram. O militar não chegou a ser socorrido. O sobrinho foi internado, mas não resistiu aos ferimentos.

Ontem tivemos mais um policial militar baleado, o 2º tenente da Polícia Militar lotado no Núcleo de Gestão de Reserva Remunerada e Reforma (NGRR), que foi baleado de raspão na cabeça no Grande Bom Jardim, graças a deus ele já teve alta do IJF.

Aproximadamente oito agentes de segurança foram alvos de criminosos nos primeiros quatro meses de 2022. São cinco policiais mortos, sendo dois militares da reserva, dois da ativa e um policial civil. Além deles, três agentes de segurança foram feridos e sobreviveram, sendo dois baleados e um esfaqueado. Esse número faz parte do levantamento do O POVO, com base nas notícias deste ano. Já em 2022, O POVO registrou pelo menos 10 casos de profissionais da segurança mortos e mais dois que sobreviveram.

Fonte: O Povo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui