1 em cada 4 moradores de Fortaleza não tem água saneada, mostra estudo

0

Fortaleza aparece na 76ª posição, entre as 100 maiores cidades do Brasil, no Ranking do Saneamento 2022, conforme dados do estudo do Instituto Trata Brasil, divulgados nesta terça-feira (22), em celebração ao Dia Mundial da Água. Caucaia, na Região Metropolitana, está em 79º lugar.

O relatório faz uma análise dos indicadores do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (SNIS), referente ao ano de 2020, publicado pelo Ministério do Desenvolvimento Regional.

“A companhia ressalta que o índice de cobertura de rede refere-se ao percentual da população que possui acesso aos serviços prestados pela Cagece, ou seja, que conta com rede disponível. Já o índice de atendimento, utilizado no material apresentado pelo instituto Trata Brasil, além de ter dois anos de atraso, leva em consideração a decisão do usuário de utilizar, ou não, o serviço disponibilizado.”

São analisados no estudo diferentes dimensões do setor de saneamento, como população atendida; fornecimento de água; coleta e tratamento de esgoto; investimentos em saneamento; e perdas de água no sistema. Cada dimensão é composta por diferentes indicadores, aos quais são atribuídas notas.

cobertura de água tratada aumentou de 75,45% para 77,27 entre 2019 e 2020;
a população com acesso à coleta de esgoto também cresceu de 64,84% para 65,29%;
o esgoto tratado da capital passou de 49,99% para 55,34%;
já a perda de água na distribuição foi de 47,35% para 38,58%. A queda neste indicador significa melhora, pois é menos desperdício de água.

Conforme o estudo, 77,27% da população total da capital cearense é atendida com abastecimento de água, o que deixa Fortaleza na 92ª posição no Indicador de Atendimento Total de Água (ITA), que corresponde ao IN055 – Índice de Atendimento Total de Água do SNIS – que analisa o percentual da população urbana e rural atendida pelo abastecimento de água.

Em Caucaia, o atendimento do abastecimento de água contempla apenas 62,9% da população do município, ficando em 95º lugar. Por conta dos índices, a capital e o município da Região Metropolitana aparecem nas seis piores colocadas do indicador total de água.

Conforme a Cagece, a cobertura em Caucaia é de 96,51%. “A Cagece ratifica que, em Fortaleza e Caucaia, existe cobertura disponível que já pode, inclusive, ser considerada como universalizada”, afirma a companhia, em nota.

Em contrapartida, 29 municípios do país dividem a primeira posição no indicador, com 100% da população atendida com abastecimento.

Fonte: G1 Ceará

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui